fbpx
Automação Industrial
Conheça tudo sobre automação industrial através dos melhores artigos técnicos, apostilas e tutoriais online. Encontre vagas em automação industrial.

Cursos técnicos é a opção de apenas 6% dos jovens no Brasil

Uma pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgou que 90% dos brasileiros acreditam que fazer um curso técnico profissionalizante traz mais oportunidades de emprego. Porém, segundo a mesma pesquisa, apenas 6% dos jovens no país optam por tal escolha.

Jovens ainda não escolhem Cursos Técnicos como opção

Segundo o responsável pela pesquisa, isso acontece porque o jovem brasileiro enxerga a universidade como a única maneira de se profissionalizar e, por isso, não segue o caminho dos cursos técnicos. Além disso, aqueles que não têm perspectivas de chegar a uma faculdade acabam abandonando os estudos no ensino médio.

Os cursos técnicos variam nas mais diversas áreas, como: automação industrial, turismo, eletrônica, administração, informática, transporte, entre outros. Os estudos duram em média dois anos e são, geralmente, cursados junto com o ensino médio. Entretanto, apenas metade daqueles que fazem o curso técnico também estão matriculados no ensino médio, segundo a pesquisa da CNI.

O principal objetivo dos cursos técnicos é simular o mercado de trabalho e dar experiência prática aos alunos, para que eles fiquem preparados para enfrentar os desafios de um emprego. Segundo alguns estudantes, tais cursos oferecem uma especialização mais precisa no campo de trabalho do que a própria faculdade. No caso de especialistas em automação industrial, por exemplo, aqueles que têm a formação por uma universidade podem encontrar maiores dificuldades na hora de lidar na prática com controles e comandos. Já os que fazem o curso técnico, como o técnico em automação industrial, têm muito mais experiência prática com tal atividade e podem aplicar o que foi aprendido no laboratório da aula diretamente no trabalho.

Para especialistas, contudo, ainda há muito que melhorar nos cursos técnicos brasileiros. Há a necessidade de criar mais aulas noturnas para aqueles que trabalham ou estudam no período diurno, de aumentar o salário dos professores e de, principalmente, acabar com o mito de que um curso com nível de ensino médio tem menor qualidade do que um curso universitário.

Vocês acham que o resultado desta pesquisa está correto? Um curso técnico, em determinados casos, pode ser melhor do que uma universidade? Deixem suas opiniões nos comentários.

Fonte da imagem: Agência FIEP

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.

5 Comentários
  1. Calico Körber Diz

    Uma coisa é uma coisa outra coisa é outra coisa, penso que cursos técnicos e superiores são uma necessidade de mercado, para tanto basta que se aplique um pouco mais de teoria aos cursos técnicos e bastante pratica aos cursos superiores, então quem sabe compreenderemos melhor a importância de cada um e não qual é o mais importante.

  2. Fernando Henrique Soares Diz

    creio que a ideia fechada que unicamente satistação profissional ,digo, $$$$, nao esta unicamente cursando o ensino superior hoje o mercado esta muito saturado com mão de obra repetida…há uma grande necessidade tanto quanto para tecnico quanto pra graduados, porem em determinadas areas ja em outras o mercado esta saturado assim tornando muitas vezes um curso tecnico mais vantajoso que um superior, pelo fato de ter retorno mais rapido…

  3. Lecênio Hélio Trein Júnior Diz

    Concordo com o comentário anterior que cada formação tem um objetivo, o mercado precisa tanto de técnicos, como de graduados, tem trabalho para todos. também concordo com o outro comentário anterior que o mercado está saturado, neste caso, o que importa é gerar resultado, empregador quer ver resultado. O resultado do profissional é obtido em parte com a dedicação dele e em outra parte com uma boa formação, técnica ou superior. Eu considero que boa formação deve equilibrar a prática com a teoria, tem muito SENAI e escola técnica que ensina bastante teoria, e também temos universidades com bons laboratórios para a prática também. O aluno deve escolher bem a instituição de ensino pela sua qualidade.

  4. Alessandro Borges barrionuevo Diz

    Concordo em partes, discordo em outras.

  5. Gustavo Cesar Agrela. Diz

    Concordo plenamente. Fiz um excelente curso técnico de eletrônica que me preparou muito bem com conceitos teóricos e também na prática para o mercado de trabalho. 10 anos depois me formei em engenharia elétrica e pude comparar os dois. Na faculdade, atualmente, os cursos são muito “enxugados” e tudo é passado muito rápido, assim as aulas práticas acabam que quase não acontecem. Portanto, acho importantíssimo fazer um curso técnico antes da faculdade, assim o aluno chega muito mais preparado para o curso e com a certeza daquilo que quer.