Conheça tudo sobre automação industrial através dos melhores artigos técnicos, apostilas e tutoriais online. Encontre vagas em automação industrial.

Microsoft e HCL aceleram a criação de protótipos para Internet das Coisas

Em um projeto inovador entre as a Microsoft e a HCL Technologies, lançado no início de fevereiro de 2016, foi criado um centro de incubação para analisar e testar impacto de ações ligadas à Internet das Coisas nas áreas de Ciências e Saúde, bem como automação industrial.

Internet das Coisas - IoT WoRKS By HCL

Esse centro de incubação foi chamado de “IoT WoRKS By HCL” e serve de apoio para empresas que queiram simular inovações em automação industrial e a possível repercussão das mesmas atreladas ao aprimoramento da utilização da internet das coisas nestes protótipos.

Com qual intuito foi criado o IoT WoRKS By HCL?

A velocidade com que o mundo demanda inovações está sendo maior do que a própria capacidade humana de produzi-las, ou melhor, de coloca-las em operação. Objetivando acelerar este processo entre a invenção e a operação de fato, a Microsoft e HCL desenvolveram este mecanismo.

Trazer para prática aquilo que muitas vezes fica no mundo das ideias, é um entrave que necessita ser resolvido e ainda faltam investimentos e estrutura nestas áreas, principalmente quando falamos de pequenos empresários com ideias inovadoras para o setor industrial.

O intuito principal da Internet das Coisas na indústria é acelerar a implantação destes protótipos dentro de empresas para uma produção mais eficiente, eficaz e moderna, assim alavancando os ganhos de produtividade de uma indústria.

Mas isso realmente trás uma maior vantagem competitiva?

Sim, pois a internet é a tendência transformadora não só da sociedade, mas também de como as empresas e industrias produzem e operam. Os protótipos desenvolvidos em conjunto com a Internet das Coisas procura acelerar a produção de soluções industriais.

É neste momento que falamos de ganho de competitividade, pois acelerando este processo de ideias de negócios, novos públicos são alcançados bem como novos métodos produtivos são desenvolvidos. A Internet das Coisas (IoT) promete trazer, bem detalhado, o retorno sobre capital investido nestas estratégias e em uma velocidade nunca antes vista.

Quem são os maiores beneficiados da Internet das Coisas

O centro “IoT WoRKS By HCL”, desenvolvida através da parceria entre Microsoft e HCL, permite que organizações de todos os tamanhos experimentem soluções inovadoras e mensuráveis em um serviço que eles chamam de ponta-a-ponta.

Este serviço consiste em 3 partes:

  1. A definição do que fazer.
  2. A construção e aplicação destes protótipos.
  3. O auxílio integral pós-aplicação.

A ideia inicial é trabalhar mesmo com indústrias que estejam na área de Ciências e Saúde e/ou Automação industrial, integrando a internet aos seus processos, produtos, linha de produção e ideias.

A Microsoft e HCL Tecnologies não estipulam um padrão mínimo para iniciar o trabalho, uma vez em que estão mais voltados aos tipos de protótipos a serem desenvolvido seja em escalas mundiais ou locais.

Gigantes da informática como a Microsoft e a Intel já desenvolvem projetos de Internet das Coisas com grandes empresas, desde fabricantes de carros até fabricantes de elevadores. Porém agora este desenvolvimento torna-se possível para uma gama maior de indústrias, sendo esta é uma tendência a ser aprimorada a cada passar de ano. 

A inovação de se criar um centro de incubação de Internet das Coisas voltado para o aumento da produtividade de indústrias é onde mora a novidade. O que antes era um desenvolvimento exclusivo das gigantes mundiais, em alguns anos já estará disponível a pequenas indústrias do mundo todo.