fbpx
Notícias

Das planilhas ao app: Como a tecnologia pode melhorar a eficiência logística na Indústria

Grande maioria dos embarcadores e transportadoras ainda sofrem com processos burocráticos para transportar suas cargas

Apesar de o maior problema logístico brasileiro estar relacionado à falta de investimento em infraestrutura, alguns dos gargalos do transporte de cargas podem ser solucionados, ou simplificados, com o uso da tecnologia.

Por mais estranho que pareça, atualmente 43% das transportadoras não utilizam softwares para gestão de suas frotas. A falta do uso de recursos de tecnologia tem sido percebida também em embarcadores do setor industrial. Isso traz ineficiência na produtividade e, consequentemente, na lucratividade do setor.

“Para se ter ideia, a maioria dos embarcadores industriais que temos contatado na nossa pesquisa de mercado, ainda depende de planilhas do excel para controlar a gestão de cargas. Não há uma integração entre transportadoras e armazéns, muito menos entre tipo de produto e transporte adequado para escoamento. Isso é, de certa forma, alarmante”, conta Gilmar Pertile, CEO do Fretefy.

“Minha experiência no ramo logístico vem de muitos anos. Entendendo quais sãos as principais deficiências do setor resolvi investir em tecnologias para solucionar parte desses gargalos”, explica Pertile que também é investidor de empresas que desenvolvem soluções para logística.

Mas como a tecnologia pode otimizar a eficiência da gestão de cargas e logística?

Entender as dificuldades do processo e a necessidade dos clientes são fundamentais fatores para que se garanta um transporte de qualidade.

Seja no atendimento ao cliente, na segurança do rastreamento, até na garantia de entrega com qualidade e dentro do prazo. Para isso, a relação entre embarcadores e transportadoras e/ou terceiros deve estar em sintonia e sem entraves.

“Dentro das transportadoras e na indústria você vê muito trabalho manual. Ainda vemos o excel como solução para tudo. Se você quer posicionar seu cliente de onde está seu caminhão, você exporta no seu Excel o relatório da ferramenta de rastreamento. Tira uma lista de todos os veículos que estão viajando e manda por email para o cliente. Alguns embarcadores vêm com ferramenta de boletins e informes diários. O que tem de inovação nisso? Nada. Dá muito trabalho juntar essas informações, e manter o cliente atualizado sem a total confiabilidade e rastreabilidade nos dados”, conta Adriano Cruz, técnico e analista logístico do Fretefy.

Porém hoje as plataformas digitais de gestão, ou as SAAS – Softwares as a Service, chegam ao mercado com força total em diferentes áreas dentro das indústrias. Na logística, um exemplo disso é o Fretefy, que há menos de um ano no mercado se tornou uma das principais ferramentas de eficiência logística.

“Hoje o Fretefy foi além de ser o ‘Uber do transporte de cargas’. Prestamos um serviço prático de gestão desde a distribuição de cargas do embarcador para transportadoras e a completa rastreabilidade delas até o cliente final. Tudo isso com aplicativo que permite atualização em tempo real que pode ser acessado a partir de aplicativo no celular. Auxilia na tomada de decisões mais rápidas, mapeamento de processos e ainda reduz o trabalho operacional em 30%. Além de termos clientes que declaram aumento de mais de 10% no faturamento”, explica Gilmar Pertile.

E não apenas isso. As informações e relatórios analíticos auxiliam na gestão do próprio negócio. “Eu como embarcador quando tenho nas mãos uma plataforma que me dê informações como hora e local de coleta da carga, tempo para embarcar, o tempo que demorou para fazer a rota, se foi satisfatória a entrega, se teve avaria ou não. Isso vai te dar mais estatística, índices, que significa poder para que você possa analisar o que melhorar no seu negócio e crescer”, Sidney Thiago, supervisor logístico na Propex, indústria têxtil.

Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar