Conheça tudo sobre automação industrial através dos melhores artigos técnicos, apostilas e tutoriais online. Encontre vagas em automação industrial.

Conheça as novidades do Raspberry Pi Model B+

Pouco maior do que um cartão de crédito, o Raspberry Pi é um potente microcomputador de baixo custo que roda em Linux, dando forma a projetos onde é possível criar e automatizar praticamente de tudo. O sucesso tem sido tão grande, que a nova versão do Raspberry Pi Model B+ acaba de ser lançada.

Raspberry Pi: Pequeno e Poderoso 

A ideia inicial dos criadores do Raspberry Pi era de facilitar o ensino nas linguagens de programação (Linux) e criação de projetos de TI, principalmente entre estudantes de  escolas da Grã-Bretanha, Europa e Oriente Médio.

Mas, o pequeno computador de baixo custo acabou ultrapassando essas fronteiras: devido a sua capacidade de integração com o mundo externo, o Pi passou a fazer parte de inúmeros projetos de engenharia, gerando milhares de possibilidades para um hardware que, originalmente, fora construído para uma única finalidade.

O Raspberry Pi trata-se de um microcomputador baseado num SoC (system on chip), que integra  um processador ARM que funciona a velocidade de 700Mhz, uma GPU (unidade de processamento gráfico) e uma memória RAM de 512MB. Com processador ARM, o Pi suporta sistemas operacionais baseados em Linux, com linguagem oficial Python.

Desde que foi lançado, o Raspberry Pi ultrapassou os 2,5 milhões de vendas, superando as expectativas de seus idealizadores, a Raspberry Pi Foundation, uma organização sem fins lucrativos localizada no Reino Unido.

O microcomputador pode ser usado como qualquer outro PC, já que pode ser conectado a qualquer item de hardware. Como seus componentes ficam visíveis (todo o hardware é integrado numa única placa de circuito impresso), foi possível entender a arquitetura do seu pequeno sistema, o que o tornou parte integrante dos mais diferentes projetos de eletrônica.

Em resumo, o Raspberry Pi é um pequeno mas poderoso dispositivo, que facilita explorar a computação e aprender a programar em linguagens como o Python, por exemplo.É capaz de fazer tudo o que se espera de um computador, desde navegar na internet e jogar games de alta definição, a criar planilhas, processar textos e muito mais. O Raspberry Pi interage com o mundo exterior e, por isso, tem sido usado em uma ampla gama de projetos digitais.

Existe ainda uma série de acessórios e periféricos que podem ser adquiridos separadamente para o pequeno Raspberry Pi, dentre eles:  caixas de acrílico para montagem de protótipos,  adaptador WiFi , conversores HDMI para DVI e VGA, cabos, conectores e muitos outros.

Raspberry Pi Model B+

Novidades do Raspberry Pi Model B+

Em torno das possibilidades quase infinitas do Pi, formou-se uma enorme comunidade de técnicos e engenheiros de diversos segmentos, que o tornaram ainda mais poderoso e flexível: o Raspberry Pi Model B+ é a nova versão do pequeno computador.

Apesar de manter o mesmo processador ARM, alguns dos destaques do novo modelo são:

  • 4 portas USB (o modelo anterior tem apenas duas), que possibilita conectar mais periféricos como teclado, mouse, webcam, microfones, etc;
  • 40 pinos GPIO que acomodam componentes periféricos como os LEDs ou sensores; mantendo a compatibilidade com o modelo A, que tem 26 pinos;
  • Slot para cartão Micro SD ao invés do SD presente no modelo anterior;
  • 512MB de RAM;
  • Menor consumo de energia (entre0,5 We1W), o que é importante para projetos com aplicações móbiles (robótica);
  • Melhor desempenho de áudio através de uma fonte de alimentação independente, o que evita que a flutuação de tensão na conversão de analogico por digital causasse interferencias caso o circuito DAC estivesse sendo alimentado junto com o audio;
  • Design mais limpo que o modelo anterior e, além disso, a PCI tem cantos arredondados, com melhor fixação devido à mudança nas furações;
  • Foram incluídos 2 leds de status na placa;

[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=iP3RxoxYMFw]

 

Projetos incríveis com o Raspberry Pi

Aos poucos, o Raspberry Pi tem se tornado tão famoso quanto o Arduíno quando o assunto é criar projetos de automação. Embora existam diferenças importantes entre os dois, o Pi vem sendo usado para construir desde brinquedos até equipamentos de monitoramento espacial, demonstrando que a versatilidade do pequeno computador é praticamente infinita.

Veja exemplos de alguns dos projetos mais incríveis e populares construídos com o Raspberry Pi:

  • Mini fliperama de mesa com display OLED e alimentação por pilhas;
  • Balões meteorologicos que capturam imagens e as transmitem em tempo real,  via ondas de radio, para o centro de controle;
  • Cluster construido com Legos e 64 Raspberry Pi conectados por Ethernet;
  • Computador de bordo para carros;

Outras possibilidades com Raspberry Pi:

  • Criar a sua própria “cloud”;
  • Construir um media Center particular para a sala de estar;
  • Controlar lampadas, sensores, circuitos de filmagem;

Conheça alguns projetos interessantes neste link.

Onde encontrar o Raspberry Pi Model B+

O Raspberry Pi Model B+ está à venda nos distribuidores parceiros tradicionais da Fundação: Farnell/Newark/Element 14 e RS Components. O preço de lançamento é de US$ 35, mas incluindo impostos e transporte, pode beirar os R$ 200 por aqui.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

4 Comentários
  1. Wendell Barbosa Diz

    Ótimo post!…

  2. Sergio Schiavom Diz

    Quem disse que precisa ser caro para ser ótimo? Tudo tem sua vez quando se usa a imaginação. Os ARM já tem lugar de destaque em nosso meio. Parabéns pelo post. Abraços

  3. Jorge William Felipe Soares Diz

    Valeu Guilherme parabéns! Ótima dica para aplicação em diversos tipos de projetos. Vamos divulgar!

    1. Guilherme Santos Diz

      Obrigado, Jorge!