protocolos


Automação Elétrica com IEC 61850

Automação Elétrica com IEC 61850

Foi o tempo em que a área de elétrica e área de automação industrial eram tratadas de forma separada na indústria, com a evolução dos dispositivos de comando e controle, as redes industriais e seus protocolos, somado à busca pela simplificação de operação, temos um cenário de convergência de sistemas, automação e elétrica fazendo parte de um mesmo projeto.

Você sabe fazer diagnóstico em redes PROFINET?

Cada vez mais protocolos de Ethernet Industrial estão sendo utilizados em nossas instalações. Dentre eles, o PROFINET tem importância destacada. Apoiado pela Profibus Internacional, o protocolo apresenta um crescimento acelerado no mercado global se comparado ao Profibus.

Redes Ethernet Industrial

Redes Ethernet Industrial: Conceito e aplicação na Automação e Controle Industrial

As Redes Ethernet se consolidaram como padrão de comunicação entre computadores desde sua invenção, como a Automação Industrial se convergiu ao longo dos últimos anos com a Tecnologia da Informação (TI), as Redes Ethernet se desenvolveram dentro do universo da Tecnologia da Automação (TA), ganhando características que delinearam um cenário de total aderência aos novos projetos e atualização de sistemas legados de rede para automação e controle.

Imagem 2 - Dados são encriptografados para segurança da informação

Instrumentação WirelessHART: Segurança dos dados e coexistência com outros protocolos sem fios na indústria

Existem diferentes protocolos de comunicação wireless que tem como principal aplicação a utilização na industrias nos instrumentos de processo , alguns padrões de comunicação são fechados de determinados fabricantes, esse tipo de protocolo fechado hoje em dia não é vantajoso para seus clientes.  Na maior parte das aplicações são utilizados protocolos abertos, onde o cliente não fica amarrado a um determinado fabricante e com isso tem liberdade e opções em novas aplicações, além de existir fundações para o desenvolvimento desses protocolos.

Redes Profibus no setor Sucroenergético

Tecnologia Profibus: Os Benefícios das Redes Industriais no Setor Sucroenergético no Brasil

O setor sucroenergético no Brasil tem vem se destacando como plantas de bioenergia, produzindo através da cana-de-açúcar o Etanol, sendo o segundo maior produtor do mundo com 26,52 bilhões de litros, açúcar com 37,76 milhões de toneladas, sendo o maior exportador do mundo e capacidade instalada de 9.339 MW de geração de energia elétrica com a queima do bagaço de cana após a extração de caldo, com um faturamento anual do setor de 43,36 bilhões de dólares (Markestrat *, 2014).

Norma IEC61850

Redes IEC-61850 – Estudo de Protocolo e Exemplo de Aplicação (Parte I)

Oii pessoal, tudo bem com vocês?

O artigo de hoje vai falar sobre Redes IEC-61850. Este artigo é de autoria do Tecnólogo em Automação Industrial Eduardo Leopoldo da Silva, projetista de software na WEG Automação, e será dividido em duas partes. Na primeira, será feita uma introdução sobre o assunto e em seguida será explicada a norma IEC-61850. Já na segunda parte, será falado sobre DNP-3 x IEC-61850, será dado um exemplo de aplicação e, por fim, a conclusão.

Então… vamos lá!

Protocolo Profibus: Procedimentos de Transmissão

O Protocolo Profibus (Parte V)

Oi pessoal,

Como prometido no post passado, vou falar agora sobre os procedimentos de transmissão dos telegramas de mensagens em Profibus. Como foi falado também, este texto é de autoria do professor Eduardo André Mossin, do IFSP-Sertãozinho.

Figura 2 – Exemplo de uma rede de Internet conectando o mundo todo

O que são Redes Industriais? (Parte I)

Vou iniciar a explicação para esta pergunta, contando uma pequena história sobre uma padaria. Padaria? Sim. Vocês verão que ao final do texto, tudo fará sentido. Suponhamos que nossa padaria tenha três andares. Em cada um desses andares existem dois departamentos: entrada e saída (de qualquer coisa que entre ou saia de cada um desses andares).

No primeiro andar funciona a expedição. É lá que são despachados para os devidos lugares tudo que chega, ou seja, os ingredientes para se fazer os pães são encaminhados para as camadas de cima e os pães prontos são encaminhados para os clientes que os compraram.