Schneider Electric utiliza rede social corporativa para agilizar comunicação interna

Com a globalização e avanço da tecnologia, as empresas de todos os tamanhos buscam novas alternativas viáveis e modernas para melhorar a comunicação interna. A rede social corporativa é um exemplo de aplicativo que deu certo tanto nas multinacionais como nas companhias de pequeno porte.

Spice - Rede social corporativa Schneider Electric

A Spice, nome da rede social corporativa utilizada pela Schneider Electric, consiste em um ambiente fechado, o qual permite que grupos internacionais de especialistas formem comunidades técnicas e compartilhem suas experiências para todas as unidades da empresa ao redor do mundo.

Outra vantagem da ferramenta é que ela fornece uma divulgação muito rápida das informações. Assim que algo é lançado no sistema, quase imediatamente já é possível saber o ponto de vista de profissionais da China, da França ou mesmo do Brasil. Tudo isso em uma velocidade que seria impossível se obter caso a mesma quantidade de informação fosse divulgada por e-mail, por exemplo.

Quanto ao formato, o programa se parece muito com as redes sociais tradicionais. O recurso mais utilizado pela empresa é o chat e, mesmo em ambiente profissional, a linguagem mais informal predomina.

Para implementar o sistema, a companhia precisou esperar 18 meses para que o sistema TIBBR fosse adaptado de acordo com as necessidades da Schneider Electric. Contudo, essa ferramenta não é tão recente e vem sendo aprimorada constantemente ao longo dos últimos anos.

A empresa também desenvolveu o My Learning Link, plataforma que oferece cerca de 400 cursos online para a capacitação profissional de seus colabores. Dentre eles, estão cursos desenvolvidos por renomadas universidades, como a Universidade de Harvard.

Em 2013, 65% dos colaboradores da empresa com acesso ao computador já haviam realizado pelo menos um dos cursos da plataforma.

Implementação e Rotina

A implementação da ferramenta começou em 2009, com a disponibilização de cursos de capacitação profissional, nas áreas técnicas e relacionadas à gestão.

Desde então, a empresa passou a realizar avaliações anuais, nas quais indicam os cursos que seriam mais importantes para cada profissional. Os funcionários ainda podem utilizar o horário de trabalho para os treinamentos. A companhia recomenda que eles dediquem uma hora do expediente para tal.

Para aperfeiçoamento das técnicas do programa, o funcionário necessita realizar treinamentos em etapas, os quais abarcam testes de nivelamento para saber se o colaborador está seguindo corretamente o sistema e pode continuar com a implementação do programa.

A rotina, contudo, não para por aí. A empresa recomenda que os colaboradores dediquem tempo em casa para complementar o conhecimento adquirido com o programa. Os cursos estão disponíveis a partir de qualquer computador com acesso a internet e podem ser feitos inclusive aos finais de semana.

Schneider Electric em Joinville

Segundo o site A Notícia, a empresa – apesar de fazer parte de uma multinacional – apresenta uma filial pequena em Joinville, Santa Catarina. São aproximadamente 20 funcionários que mantêm os serviços nas áreas de energia elétrica e automação industrial.

A Schneider Electric reconhece que trabalha com tecnologia de ponta, mas que ainda está em progresso, pois o mundo tecnológico não para de evoluir e é sempre necessário apresentar novas atualizações. Para isso, o investimento em pesquisas e desenvolvimento, assim como parceria com universidade, é fundamental.

Desenvolvedor com foco em SEO e marketing digital. Blogueiro por diversão e apaixonado por tecnologia. Trabalhou como Analista de Marketing Digital para a SMAR Equipamentos Industriais. Graduando em Analise e Desenvolvimento de Sistemas.

2 Comentários em Schneider Electric utiliza rede social corporativa para agilizar comunicação interna

  1. Engº Jordão disse:

    Parabéns Guilherme, muito bom seu artigo!

Deixe seu comentário...