Prêmio Jovem Cientista abre inscrições em maio

Organizado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) em parceria com a Fundação Roberto Marinho e as empresas patrocinadoras Gerdau e General Eletric, o Prêmio Jovem Cientista completa 32 anos em 2013 e segue cumprindo plenamente seu papel de revelar talentos entre estudantes e jovens pesquisadores que buscam alternativas para os problemas da sociedade.

Prêmio Jovem Cientista 2013

As inscrições para a edição deste ano poderão ser feitas a partir do dia 6 de maio e encerram-se em 30 de agosto.

Uma equipe do CNPq iniciou uma série de visitas à diversas cidades brasileiras para divulgar a premiação nas secretarias de educação e escolas. Os professores das escolas visitadas recebem um kit com sugestões de planos de aula e exercícios a serem aplicados com o objetivo de estimular os estudantes.

Logo abaixo estão descritas as condições gerais para inscrição, detalhes da premiação e curiosidades sobre a história do Prêmio Jovem Cientista.

 

Quem pode se inscrever?

O prêmio será entregue para quatro categorias distintas (Graduados, Estudantes do Ensino Superior, Estudantes do Ensino Médio e Mérito Institucional), classificadas da seguinte forma:

  • Graduados: para aqueles que já concluíram o curso de graduação e que tenham menos de 40 anos até a data de inscrição;
  • Estudantes do Ensino Superior: para aqueles que frequentam cursos de graduação e que tenham menos de 30 anos de idade até a data de inscrição;
  • Estudantes do Ensino Médio: para alunos matriculados regularmente em escolas públicas ou privadas de Ensino Médio (incluindo escolas técnicas) e que tenham menos de 25 anos de idade até a data de inscrição;
  • Mérito Institucional: serão premiadas uma instituição de Ensino Superior e outra de Ensino Médio com o maior número de trabalhos reconhecidos com mérito nas demais categorias;

 

Quais os prêmios concedidos?

Cada categoria possui formas distintas de premiação que incluem valores em dinheiro, equipamentos de tecnologia e oportunidades profissionais. Veja a lista abaixo:

  • Categoria Graduado:
    1º lugar: R$ 30.000,00
    2º lugar: R$ 20.000,00
    3º lugar: R$ 15.000,00
  • Categoria Estudante do Ensino Superior:
    1º lugar: R$ 15.000,00
    2º lugar: R$ 12.000,00
    3º lugar: R$ 10.000,00
  • Categoria Estudante do Ensino Médio:
    1º lugar: Laptop Macbook Pro
    2º lugar: Laptop Macbook Pro
    3º lugar: Laptop Macbook Pro

As três escolas dos estudantes premiados nesta categoria receberão cada uma um laptop Dell Latitude E6420.

  • Categoria Mérito Institucional:
    1º Lugar: R$ 35.000,00 (Instituição de Ensino Superior)
    1º Lugar: R$ 35.000,00 (Instituição de Ensino Médio)

Os patrocinadores da premiação também concedem visitas técnicas aos vencedores para que possam conhecer as sedes das empresas com todas as despesas de viagens pagas pelas mesmas.

O CNPq prevê a concessão de bolsas de estudo para os primeiros colocados em todas as categorias, além do convite para exposição de suas pesquisas em eventos promovidos pela instituição.

 

Como se inscrever?

Segundo divulgado pelo CNPq, as inscrições estarão disponíveis entre os dias 6 de maio e 30 de agosto no endereço www.jovemcientista.cnpq.br. Durante a inscrição será necessário comprovar a condição atual de estudante fornecendo os dados da instituição à qual está vinculado.

O site também traz os detalhes para o encaminhamento da pesquisa que concorrerá ao prêmio que inclusive pode ser feito por correio caso o jovem pesquisador tenha dificuldades de acesso à internet.

Ainda segundo o CNPq, as instituições de ensino podem encaminhar uma única inscrição contendo pesquisas de vários alunos. Há também a opção de inscrever pesquisas em grupo, porém o prêmio final será dividido entre os integrantes do mesmo.

Todos os inscritos receberão um certificado de participação.

 

Qual o tema deste ano?

O tema proposto para 2013 é Água: Desafios da Sociedade. Segundo o CNPq, torna-se necessário buscar soluções e respostas imediatas para um problema que atinge uma grande parcela da sociedade.

Segundo a ONU, por exemplo, a água suja mata em média 750 mil crianças africanas de até 5 anos de idade. A falta de tratamento adequado da água é um desafio até mesmo para o Brasil que sofre com desperdício nas grandes cidades e escassez em muitas regiões.

 

Como é feita a escolha dos premiados?

A comissão julgadora é formada por membros da comunidade científica e tecnológica, pesquisadores do CNPq, todos doutores e com qualificação para decidir quais os vencedores em cada categoria.

Entre os principais critérios de escolha estão: originalidade, inovação, contribuição à ampliação do conhecimento sobre o tema, melhoria da qualidade de vida da população e soluções para os problemas do cotidiano. A parte técnica do projeto apresentado também é avaliada. Sendo assim, itens como qualidade do texto e objetividade são determinantes na eleição dos vencedores.

 

Curiosidades sobre o prêmio Jovem Cientista

Ao longo de mais de 30 anos de existência, o Prêmio recebeu 17 mil trabalhos inscritos com 167 estudantes e pesquisadores premiados.  Cerca de 25 mil escolas do Ensino Médio e mais de 3 mil instituições de Ensino Superior são representadas anualmente por seus pesquisadores.

O tema da primeira edição, realizada em 1981, foi Telecomunicações e as pesquisas já antecipavam a demanda que viria nos próximos anos.

Esta não é a primeira vez que a água será tema do Prêmio. Em 1997, os oceanos foram o objeto de debate e, em 2003, a água como fonte de vida também recebeu a atenção dos estudantes.

O ganhador do primeiro prêmio, o engenheiro Henrique Sarmento Malvar, na época com 24 anos, recebeu uma bolsa de estudos do MIT (Massachusetts Institute of Technology) e trabalha há 15 anos para a Microsoft, ocupando o cargo de cientista-chefe atualmente.